sexta-feira, 26 de março de 2010

Andrés Segovia

Andrés Segovia
(Linares, Espanha, 21/2/1893 - Madri, 3/6/1987)
.
Foi um violonista erudito Espanhol considerado o pai do Violão erudito moderno pela maioria dos estudantes de música.
Segóvia dizia que ele “resgatou o violão das mãos dos ciganos flamencos”, e construiu um repertório clássico para dar lugar ao instrumento em salas de concerto.
.
A primeira apresentação de Segóvia foi na Espanha, quando tinha 16 anos. Poucos anos depois, ele fez seu primeiro concerto profissional em Madrid, tocando transcrições de Francisco Tárrega e algumas obras de Bach, que ele próprio transcreveu e arranjou.
.
Muitos músicos proeminentes acreditaram que o violão de Segóvia não seria aceitado pela comunidade de música erudita, porque nas suas mentes, o violão não poderia ser usado para música erudita.
Apesar disso, a excelente técnica de Segóvia e seu toque único atordooaram suas platéias. Conseqüentemente, o violão não foi mais visto estritamente como um instrumento popular, mas um instrumento que também era apto a tocar música erudita.
.
Em 1935, fez a premiere da Chacona de J. S. Bach, uma peça difícil para qualquer instrumento.
Mudou-se para Montevideo fazendo muitos concertos na América do Sul na década de 30 e 40.
.
Ganhou o prêmio Grammy pela Melhor Performance Erudita - Instrumentista em 1958, pela sua gravação Segóvia Golden Jubilee.
Em reconhecimento à sua enorme contribuição cultural, ele foi elevado para a nobreza espanhola em 1981, com o título de Marquês de Salobreña.
.

BAIXE AQUI

*

Andres Segóvia continuou fazendo apresentações já idoso e viveu uma semi-aposentadoria durante os anos 70 e 80 na Costa del Sol. Dois filmes foram feitos sobre sua vida e obra, um quando tinha 75 anos e outro 9 anos depois. Eles estão disopníveis em um DVD chamado

Andres Segovia - in Portrait

.

Nenhum comentário: