sexta-feira, 19 de março de 2010

Baden Powell


Baden Powell de Aquino
.
(Varre-Sai, 6 /8/1937 - Rio de Janeiro 26/9/ 2000)
Violonista Brasileiro
.
O bruxo alquimista: Baden Powell
por Hermínio Bello de Carvalho*
.
(...) E o que se pode dizer do violão de Baden? Que possui atabaques, que às vezes nele ouvimos os flautins e bombardinos e oficleides daquelas bandinhas que tocavam nos coretos das pracinhas do interior Brasileiro: que em seu pinho perpassam às vezes a flauta de Patápio Silva e os pianos-pianeiros de Nazareth e Mestre Nonô (tio, aliás, de Ciro Monteiro). E são obedientes à vontade do dono essas seis cordas que ele multiplica por não sei quantas centenas de milhares de vozes cafuzas e morenas, cordas que ele ora com amorosidade ora com a fúria dos amantes que delas sabem extrair os ais e os gozos mais exangues.
Um bruxo, esse Baden. E, além do mais, um alquimista feiticeiro, espécie de arcanjo endemoniado que, em seu turíbulo de prata, mistura mirra e incenso e arpejos e escalas e acordes e avoa por aí espargindo essa alquimia de sons e luzes e cores inventando melodias, que vai tecendo, rendeiro, com as seis mil cordas de violão, cheio de patuás e magias.
*
.
*Segmento do texto de uma das capa do encarte do disco
.
*Hermínio Bello de Carvalho é um compositor, produtor musical e poeta Brasileiro. É considerado um dos maiores conhecedores da Música Popular Brasileira
.
Baden Powell - Ao vivo no Rio Jazz Club
.
O Bruxo aqui
.
01 - Introdução / Valsa de Eurydice 02 - Samba do avião 03 - Tributo a Dorival Caymmi: Rosas de abril / Dora 04 - Jongo 05 - Formosa 06 - Variações sobre Asa branca 07 - Naquele tempo 08 - Rosa 09 - Gente humilde 10 - Samba em prelúdio 11 - Choro em menor 12 - Gracioso 13 - Violão vadio
*
O disco é maravilhoso!
Carimba bem a genialidade do Mestre Badeco!

Nenhum comentário: