sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Pena Branca e Xavantinho

Pena Branca e Xavantinho
(nomes artísticos de José Ramiro Sobrinho e Ranulfo Ramiro da Silva)
Grande dupla de cantores de música sertaneja do Brasil.

.
Fizeram muito sucesso com a canção "Cio da Terra", de Chico Buarque e Milton Nascimento, com participação especial do próprio Milton Nascimento.
.
Pena Branca e Xavantinho 25 anos
o disco > Baixe Aqui
.
Dupla sertaneja formada pelos irmãos José Ramiro Sobrinho, o Pena Branca
(nascido em Igarapava, interior de São Paulo em 1939)
e Ranulfo Ramiro da Silva, o Xavantinho
(nascido em Uberlândia em 1942).
Desde pequenos trabalharam na roça com os pais e mais cinco irmãos.
José Ramiro tocava viola.
Começaram a cantar em 1962, e, em 1968, mudaram-se para São Paulo para tentar a vida artística.
.
Em 1980 inscreveram-se no "Festival MPB Shell", da TV Globo, com a música "Que terreiro é esse?", de Xavantinho, que foi classificada para a final.
No mesmo ano, a dupla lançou o seu primeiro LP: "Velha morada", com destaque para "Cio da terra" de Milton Nascimento e Chico Buarque e "Velha morada" do proprio Xavantinho.
.
Em 1982 lançaram o LP "Uma dupla Brasileira", produzido por Rolando Boldrin, com os destaques "Memória de carreiro" de (Juraildes da Cruz) e "Rama da mandioquinha" de(Elpídio dos Santos). Em 1987 lançaram o LP "O cio da terra", com participação de Milton Nascimento, Marcus Viana e Tavinho Moura, destacando-se "Vaca Estrela e boi Fubá" de (Patativa de Assaré) e "Cuitelinho" (folclore recolhido por Paulo Vanzolini). Em 1988 lançaram o LP "Canto violeiro", com participação de Fagner, Tião Carreiro, Almir Sater e outros grandes da nossa música popular, contendo a música "Mulheres da terra" de Xavantinho e Moniz.
.


Renato Teixeira e Pena Branca & Xavantinho > Baixe Aqui

.

Em 1992 o disco "Renato Teixeira e Pena Branca e Xavantinho – Ao vivo em Tatuí" recebeu o Prêmio Sharp de melhor disco e o Prêmio APCA. Gravaram, em 1993, "Violas e canções" de (Velas), destacando-se "Viola quebrada" de (Mário de Andrade). Nesse ano, os shows da dupla estenderam-se aos Estados Unidos. Lançaram ainda "Ribeirão encheu" de (Velas), em 1995, com "Luar do sertão" de (João Pernambuco e Catullo da Paixão Cearense), e "Pingo d'água" de (Velas), em 1996, com "Tristeza do Jeca" de (Angelino de Oliveira) e "Flor do cafezal" de (Luís Carlos Paraná).

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Um Violeiro Toca

.
Quando uma estrela cai, no escurão da noite, e um violeiro toca suas mágoas.
Então os óio dos bichos, vão ficando iluminados
Rebrilham neles estrelas de um sertão enluarado.
.
Quando o amor termina, perdido numa esquina, e um violeiro toca sua sina.
Então os óio dos bichos, vão ficando entristecidos
Rebrilham neles lembranças dos amores esquecidos.
.
Quando o amor começa, nossa alegria chama, e um violeiro toca em nossa cama.
Então os óio dos bichos, são os olhos de quem ama
Pois a natureza é isso, sem medo, nem dó, nem drama
.
Tudo é sertão, tudo é paixão, se o violeiro toca
A viola, o violeiro e o amor se tocam...
.
Almir Sater e Renato Teixeira
.
.
Um Violeiro Toca
Almir Sater >
Baixe Aqui

Tito Madi

Tito Madi
(12 de julho de 1929 - Pirajuí - SP )
Um cantor e compositor Brasileiro
.
Seu pai e irmãos eram músicos e tocavam violão, alaúde e bandolim. Essa influência fez com que aos dez anos Tito já cantasse em festas da escola.
Sua fase de compositor começou no final da década de 40. Dedicava-se, também, a organizar shows e eventos. Em 1952 mudou-se para São Paulo, indo trabalhar em rádio e televisão, onde permaneceu até 1954, quando foi para o Rio de Janeiro.
No Rio continuou compondo e cantando em boates e rádios. Em 1957 teve, finalmente, seu trabalho reconhecido: "Chove lá fora" seu grande sucesso, foi gravado em 1957 e lhe rendeu vários prêmios de composição. A música teve uma versão em inglês, com o nome "It's Raining Outside", gravada por Della Reese e The Platters. O conjunto vocal norte-americano gravou outras versões de músicas de Madi.
Foi um compositor da geração pré-bossa nova, que teve influência sobre o movimento, com sambas-canções de harmonização moderna como "Cansei de Ilusões", "Sonho e Saudade", "Carinho e Amor" e "Não Diga Não". Outros sucessos, "Fracassos de Amor", "Gauchinha Bem Querer", "Balanço Zona Sul".
Vendeu mais de 100 mil cópias e foi destaque na programação das rádios de todo o país. Ganhou os prêmios mais importantes da época, como os troféus Guarani e Chico Viola. Teve músicas gravadas por grandes nomes da MPB.

Balanço Zona Sul > Baixe Aqui

.
O disco
Tito Madi - Chove lá fora

Baixe Aqui

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Noite Cheia de Estrelas

Vicente Celestino – Noite Cheia de Estrelas

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Quilombo, o eldorado negro

Existiu
Um eldorado negro no Brasil
Existiu
Como o clarão que o sol da liberdade produziu
Refletiu
A luz da divindade, o fogo santo de Olorum
Reviveu
A utopia um por todos e todos por um
.
Quilombo
Que todos fizeram com todos os santos zelando
Quilombo
Que todos regaram com todas as águas do pranto
Quilombo
Que todos tiveram de tombar amando e lutando
Quilombo
Que todos nós ainda hoje desejamos tanto
.
Existiu
Um eldorado negro no Brasil
Existiu
Viveu, lutou, tombou, morreu, de novo ressurgiu
Ressurgiu
Pavão de tantas cores, carnaval do sonho meu
Renasceu
Quilombo, agora, sim, você e eu
.
Quilombo Quilombo Quilombo Quilombo
.
Quilombo, o eldorado negro
Composição: Gilberto Gil e Waly Salomão
.

Gilberto Gil
Quilombo
Baixe Aqui (mediafire)
.
Em 1630 quando Pernambuco foi invadido por Holandeses, muitos senhores de escravos abandonaram suas terras, e isso ajudou a fuga de muitos deles. Após fugirem foram buscar abrigo no Quilombo dos Palmares localizado em Alagoas criado no final de 1590.
No ano de 1670 o quilombo já abrigava cerca de 50 mil escravos que haviam fugido...

Missa dos Quilombos

Milton Nascimento, Pedro Casaldáliga e Pedro Tierra
Missa dos Quilombos
.
Arranjo e Regência: Milton Nascimento
.
.
O disco contem Cânticos entoados na Missa dos Quilombos que aconteceu no dia 22 de novembro de 1981, na Praça do Carmo em Recife, local exato onde a cabeça do líder Negro Zumbi foi exposta no ano de 1695.
.
Link novo o antigo já está fora do ar srsrs...

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Agonia bandolins

Se fosse resolver iria te dizer foi minha agonia
Se eu tentasse entender por mais que eu me esforçasse eu não conseguiria
E aqui no coração eu sei que vou morrer
Um pouco a cada dia
E sem que se perceba
A gente se encontra
Pra uma outra folia
Eu vou pensar que é festa
Vou dançar, cantaré minha garantia
E vou contagiar diversos corações com minha euforia
E a amargura e o tempo vão deixar meu corpo, minha alma vazia
E sem que se perceba a gente se encontra pra uma outra folia
.
Agonia
Composição: Oswaldo Montenegro e Mongol

.
Como fosse um par que
Nessa valsa triste
Se desenvolvesse
Ao som dos Bandolins...
.
E como não?
E por que não dizer
Que o mundo respirava mais
Se ela apertava assim
Seu colo como
Se não fosse um tempo
Em que já fosse impróprio
Se dançar assim
.
Ela teimou e enfrentou
O mundo
Se rodopiando ao som
Dos bandolins...
.
Como fosse um lar
Seu corpo a valsa triste
Iluminava e a noite
Caminhava assim
.
E como um par
O vento e a madrugada
Iluminavam a fada
Do meu botequim...
.
Valsando como valsa
Uma criança
Que entra na roda
A noite tá no fim
.
Ela valsando
Só na madrugada
Se julgando amada
Ao som dos Bandolins...
.

Bandolins
Composição: Oswaldo Montenegro
.
A pedido de uma menina que é um doce de pessoa
Katya Carvalho Beijo !

Oswaldo Montenegro

Oswaldo Viveiros Montenegro
.
(Rio de Janeiro, 15 de março de 1956)
.
É um músico Brasileiro. Além de cantor, compõe trilhas sonoras para peças teatrais, balés, cinema e televisão.
.
.
1. Por Brilho (Oswaldo Montenegro)
2. Aquela coisa toda (Mongol)
3. Ao nosso filho morena (Oswaldo Montenegro)
4. Quebra-cabeça sem luz (Oswaldo Montenegro)
5. Fado Doido (Oswaldo Montenegro)
6. Bandolins (Oswaldo Montenegro)
7. Intuição (Oswaldo Montenegro/Ulysses Machado)
8. Agonia (Mongol)
9. Pra longe do Paranoá (Oswaldo Montenegro)
10. Terceira festa - Cachorro doido (Oswaldo Montenegro)
11. Incompatibilidade (Oswaldo Montenegro)
12. Voar leve (Oswaldo Montenegro/Mongol)
13. O mesmo coração (Oswaldo Montenegro)
.
Em 1980 vence o Festival MPB da Rede Globo com a canção Agonia, do amigo de infância Mongol. Mesmo com tanto sucesso, decide retornar a Brasília para montar em 1982, outro espetáculo musical, Veja Você, Brasília, com artistas locais. Deste espetáculo participam as ainda desconhecidas Cássia Eller e Zélia Duncan. Depois desta, viriam outras peças de teatro musical, uma particularidade bem marcante na trajetória de um músico Brasileiro e que resgata uma maneira de divulgar música abandonada na primeira metade do século 20. São mais de 14 peças musicais, todas recorde de público e algumas, como "Noturno", "A Dança dos Signos" e "Aldeia dos Ventos", estão em cartaz há mais de 15 anos e com montagens por todo o país.

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Caymmi e o Mar

Dorival Caymmi - Caymmi e o Mar (1957)
Baixe Aqui

1 - ''História de Pescadores''
Canção da Partida - Adeus da Esposa - Temporal - Cantiga de Noiva - Velório Val - Na Manhã Seguinte - Intérprete(s): Dorival Caymmi / Silvia Telles
2 - O Mar (Dorival Caymmi)
3 - Dois de Fevereiro (Dorival Caymmi)
4 - O Vento (Dorival Caymmi)
5 - Saudades de Itapuã (Dorival Caymmi)
6 - Noite de Temporal (Dorival Caymmi)
7 - Festa de Rua (Dorival Caymmi)
8 - O Mar (Dorival Caymmi)

Caymmi

Dorival Caymmi - Caymmi (1972)
Baixe Aqui

01 - Promessa de Pescador
02 - Morena do Mar
03 - Santa Clara Clareou
04 - Canto de Nanã
05 - Dona Chica (Francisca Santos das Flores)
06 - Oração de Mãe Menininha
07 - Eu Cheguei Lá
08 - Sodade Matadeira
09 - A Preta do Acarajé
10 - Rainha do Mar
11 - Vou Ver Juliana
12 - Itapoã
13 - Canto do Obá (Dorival Caymmi / Jorge Amado)